Compartilhe

AMAI completa 41 anos de dedicação ao municipalismo e fomento regional

Publicado em 07/10/2019 às 15:33 - Atualizado em 07/10/2019 às 18:16

Café da manhã com a imprensa comemora data

 

A AMAI está completando 41 anos e nestas quatro décadas, muitas ações foram realizadas em prol do desenvolvimento e fomento regional. Para comemorar a data, a Associação reuniu na manhã desta segunda-feira a imprensa da região para apresentar um balanço dos 40 anos e planos futuros da Associação. O momento também foi e agradecimento pela parceria entre imprensa e AMAI.

Sua história se funde com a história dos municípios e entidades, pois foi através da AMAI que muitas surgiram e se destacaram. A AMAI participou da fundação da Unoesc Xanxerê, INSS, Policia Militar, Correios, SENAI, setor de emergência do Hospital Regional São Paulo e muitas outras ações passam pela Associação e se concretizam em benefício dos moradores dos 14 municípios do Alto Irani.

Mas as conquistas não ficam só na história, diariamente a Associação executa ações para a melhoria regional. O atendimento as demandas dos prefeitos são constantes. A AMAI é a ponte entre o executivo e poderes do Estado e Federativos, auxilia ainda as entidades com apoio em ações, além do atendimento social, em que beneficia entidades e comunidade com entrega de mantimentos coletados por projetos.

A AMAI defende a inovação, desenvolvimento e aprimoramento constante, por isso, trabalha projetos nos níveis técnicos, sociais, de gestão, governança e conhecimento.

Fazem parte do quadro da AMAI, 17 pessoas, sendo 13 colaboradores, 3 terceirizados e 1 estagiária. Dentre as ações deste ano, a área técnica gerou mais de R$ 1 milhão de economia aos municípios, executando serviços com profissionais da Associação. No setor de Movimento econômico foram analisados 68 processos, 50 auditorias, e recuperado em 2018 de R$ 6 a R$ 8 milhões que entraram nos caixas dos municípios.

O setor de engenharia da AMAI gerou economia de R$640.644,00 em projetos, na topografia foram R$320.988,00 e os serviços de TI, que inclui os portais de turismo, e-mail e demais itens de funcionamento tecnológico geraram R$181.800,00 de economia. Os dados são de janeiro a 30 de setembro deste ano.

Dentro do conselho executivo de prefeitos a AMAI trabalha na apresentação das demandas dos municípios junto ao Governo do Estado. Neste ano foram realizadas três reuniões com o governador de Santa Catarina, Carolos Moisés. Foram trabalhados ainda, a permanência dos serviços da gerência de saúde, a criação do Protocolo de intenções do Cim-AMAI, está em fase de licitação a recuperação de estradas vicinais não pavimentadas por meio do Projeto Recuperar e ainda foram encaminhados inúmeros ofícios para deputados apresentando demanda da região, entre eles a solicitação de R$ 500 mil reais para construção dos Planos de Turismo Municipais, junto ao Deputado Pedro Uckai.

Na área educacional e gestão de conhecimento os municípios puderam economizar R$ 206.557,00 se contabilizado os valores que pagariam com taxas de inscrições. Neste ano, 1.890 servidores foram capacitados de forma gratuita pela Associação.

Foram realizados ainda, 65 eventos, 6 Assembleias de Prefeitos, 2 Seminários Regionais, 17 reuniões de colegiado, 20 cursos gratuitos e 20 reuniões técnicas.

No Social, a AMAI através do projeto “Capacitação do Bem” beneficiou, nestes doze meses, foram coletados 807 Kg de alimentos não perecíveis, 90 itens de higiene pessoal e 59 Kg de ração para animais, beneficiando 13 Entidades da região.

Nas escolas, 3.237 alunos de 4º e 5º ano da rede municipal de ensino visitaram o projeto “+ Memória na Escola”, que leva aos alunos o conhecimento da sua região AMAI.

Neste ano, três novos projetos foram lançados pela Associação, o AMAI Regulariza, Páginas dos portais de Turismo e o AMAI EaD.

O AMAI Regulariza tem objetivo de dar suporte técnico aos 14 municípios pertencentes a AMAI, dando condições de serem tomadas medidas jurídicas, urbanísticas, ambientais e sociais que visam à regularização de assentamentos irregulares e à titulação de seus ocupantes, de modo a garantir o direito social à moradia, o pleno desenvolvimento das funções sociais da propriedade urbana e o direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado. O trabalho já está iniciando no terceiro município e conta com a atuação do setor de topografia da AMAI em conjunto com a consultora de Regularização Fundiária, Karen Bissani.

Outra inovação da AMAI é na área turística. Com os portais de Turismo na internet a Associação em parceria com entidades desenvolveu o mapeamento fotográfico dos 14 municípios da AMAI, registrando via fotografia profissional, os locais de estadia, alimentação e visitação, itens prioritários aos turistas quando estão pesquisando e definindo seu passeio e rota de viagem.

Foi lançado ainda o portal de EaD da AMAI, uma plataforma que disponibiliza aos servidores e público a capacitação de forma gratuita. São oferecidos cursos presenciais e a distância. O primeiro curso EAD da Associação foi lançado no Congresso de Prefeitos em setembro e as aulas iniciam nesta terça-feira (8), disponível para toda Santa Catarina. A Associação é a única AM do Brasil a oferecer a plataforma Ead.

Na linha de atendimento e participação social a AMAI contribui ativamente com grupos organizados pela sociedade civil e que visam o atendimento ao cidadão ou o desenvolvimento regional dentro dos mais variados temas. São desenvolvidos trabalhos com os colegiados multisetoriais, Conselho de consumidores da Iguaçu Energia, Projeto Teia, Conturoeste, além dos grupos técnicos da Fecam.

Como os planos não param, algumas metas já foram definidas para 2020, marcando mais um ano de trabalho junto aos municípios. Entre os projetos para os 41 anos estão:

  • Finalizar a criação do Cim-AMAI;
  • Captar recursos para a região por meio do Consórcio;
  • Entregar títulos de Propriedade por meio do AMAI Regulariza;
  • Apoiar os pequenos produtores em relação a venda de produtos artesanais com o Selo Arte;
  • Fortalecer a Escola de Ensino a Distância da AMAI;
  • Auxiliar os municípios na implementação das Ações elencadas nos Planos de Cultura, como exemplo a criação de museus;
  • Auxiliar a Fecam no desenvolvimento de Ferramentas de Rotas Turísticas no Portal de Turismo dos municípios;
  • Oferecer assessoria jurídica aos municípios por meio de pareceres técnicos;
  • Buscar recursos e parcerias para que os municípios consigam elaborar e atualizar seus Planos Diretores Físico-Territoriais.
  • Elaborar os Planos de Mobilidade Municipais;
  • Revisar os Planos de Habitação;
  • Incentivar práticas de inovação no ensino fundamental que venham a preparar as crianças e adolescentes para o mercado de trabalho;
  • Apoiar ações que fomentem o desenvolvimento do Turismo Regional.
  • Ampliar o relacionamento de governança, estendendo a setores ainda não contemplados;

 

Pensando mais além, a Associação busca ainda, dentro dos próximos quatro anos, realizar o planejamento com diagnóstico e gestão estratégica orientada para o desenvolvimento socioeconômico com sustentabilidade dos municípios, vidando o aumento da atividade econômica e de receitas, a geração de emprego e renda, promovendo assim, a elevação dos níveis de qualidade de vida do cidadão da região AMAI.

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Rua Floriano Peixoto, 100, Centro, Xanxerê - SC
CEP: 89820-000